Agenda de Eventos da Cidade de Aveiro
 
início      agenda      destaques      apresentação      contactos      do público     
Outubro    
 
Cinema
Música
Teatro
Encontros e Workshops
Exposições
Feiras e Festas
Livros e Leituras

 
  Teatro  
 
Texto
Datas
Tipo
  O Navio
Esta é uma história inventada a partir de muitas histórias que se passaram em 1962. Esta história mistura-se com as músicas que se cantavam, com a música dos anos 60, também ela revolucionária.
 
 

 
  Vem e abraça-me louco
O objectivo desta Oficina de Iniciação ao Teatro é tal como o nome indica iniciar quem a procurou num processo criativo que passa pelo conhecimento do corpo, da voz, da construção da personagem, da análise do texto dramático e da improvisação, cujo fim último é tomar consciência do caminho que se percorre na arte de representar.
 
 

 
  15 Minutos de Glória
Trata-se da missão impossível de reinventar o Homem Novo. É uma peça de grande crueza e mordacidade, cuja personagens se movem num quotidiano absurdo, lutando pelo poder, pela felicidade, pela fama, pelo consumo.
 
 

 
  Cafundó - onde o vento faz a curva
O espectáculo “Cafundó –onde o vento faz a curva” é um painel da cultura cabloca brasileira, fruto de mais de vinte anos de andanças e investigações sertão adentro.
 
 

 
  As Desventuras de Isabella
Inspirado num Canevas (guião da peça) de Flamínio Scala, n’ “As Desventuras de Isabella” a ironia começa logo no título, pois não existe nenhuma Isabella na peça.
 
 

 
  Marta, Cabeça de Vento
Marta gostava de brincar sem nunca mais parar. Fazer amigos, levá-los para o seu mundo de fantasias, entretê-los com as suas conversas sem fim, era o que mais gostava. Um dia os pais mudaram-se para outro lugar. O prazer de Marta transforma-se em aborrecimento perante aquela terra inóspita. Até o vento, fiel companheiro de todas as traquinices estava ausente... mas um dia. “Estou a voar, a voar, cabeça não saias do lugar. Vou sem destino, vento aparece vamos brincar!!!”.
Iniciam-se novas aventuras e desta vez com a vossa ajuda.
 
   
  Twister
Era uma vez uma história de um (dois) homens que teimavam lutar contra a corrente do aquário. Lá fora os dias e as noites eram de tumulto. Viviam-se tempos de inquietação numa tranquilidade suspeita. A única e quase única certeza era a memória futura, aí os Homens encontram-se e...
 
 

 
  "Conversas à Solta"
A ACAD - Associação Cultural de Aradas e a Ilusões & Limitadas - Oficina de Expressão Dramática trazem Raúl Solnado a Aveiro.
Sábado dia 6 de Novembro, pelas 21h30, no Centro Social e Cultural de Aradas, vamos poder assistir a mais do que um espectáculo, um monólogo, uma aula, um discurso ou um ensaio.
 
   
  Viajantes da Imaginação/ Gulliver e Alice no País das Maravilhas
Máscaras 8
Representação não verbal, multi-visual de teatro negro elaborado livremente segundo as conhecidas novelas “Alice no país das maravilhas” de Lewis Caroll e “As viagens de Gulliver” de Jonathan Swift.
 
   
  Sueño de Medianoche
Máscaras 8
 
   
  Viagem ao País da Máscara
No Bali, o TOPENG é uma forma de Teatro de máscaras onde se misturam a música, a dança, a pantomina, o canto e a palavra. O TOPRNG PAJEGAN é um TOPRNG onde um actor, sózinho em cena, interpreta várias personagens com máscara.
 
   
  Laranja / Azul
Um conflito perturbador e recheado de humor, onde o poder, a "cor da pele", o estatuto social, as doenças mentais e a solidão são o mote para duas horas de bom teatro.
 
 

 
  A Cor do Céu
São as perguntas e as dúvidas da infância, o motor da nova peça do Teatro de Marionetas do Porto. Uma casa, um jardim com um estendal de roupa, vasos com flores e um cão robot numa pequena casota fazem o cenário da nova peça direccionada às crianças, do Teatro de Marionetas do Porto.
 
 

 
  «O Cavaleiro do Balde»
O carvão gastou-se; o balde está vazio; a pá está sem uso; o fogão só cospe frio; o quarto está gelado; as árvores lá fora, empedernidas, estão cobertas de geada; o céu é como um escudo de prata contra quem quer que lhe peça socorro. Eu preciso de carvão; não posso morrer congelado; atrás de mim tenho o fogão impiedoso e, entretanto, tenho de ir pedir ajuda ao carvoeiro.
 
   
  «RPIP – Reunião de Professores que interpretam Planetas»
Ensinar ciência através do teatro? Esta é uma peça representada por professores que aceitaram o desafio de vestir a pele de actor para ensinar.
O envolvimento dos professores com as matérias que ensinam, é de tal forma grande, que passam, num abrir e fechar de olhos, a fronteira entre a realidade e a imaginação. Eles vão dar corpo e alma aos planetas do sistema solar e, um a um vão visitar o Sol, para lhe apresentar as suas reivindicações.
 
 

 
  «Fungágá»
À Cidade do Penteado, onde reina um Rei com uma grande barriguinha, chega uma magnífica Roullote onde vive uma família de artistas ambulantes que apresenta um espectáculo sobre as músicas do José Barata Moura. Um pai, uma mãe, três filhas, um filho, uma avó e mais alguém..., convidam-nos a
 
   
  “IBÉRIA – A Louca História de uma Península”
Ao colocarmos em cena, três actores de duas nacionalidades diferentes, surge uma questão: Por que razão estamos aqui, neste palco, dois espanhóis e um português?
O que nos levou a coincidir neste mesmo espaço? Não nos parece fácil explicar esta mestiçagem.
Nada melhor para tentar compreender uma situação complicada que contar como tudo começou... Iniciaremos, pois, pela história da Península Ibérica.
A narração terá o reflexo da nossa visão enquanto actores, de uma história repleta de guerras, alianças, traições, amores, aventuras e conquistas…
 
 

 
  «Auto da Barca do Inferno», de Gil Vicente
No espectáculo “Auto da Barca do Inferno”, uma trupe de cinco actores dá vida a 14 personagens saídas da pena genial de Gil Vicente. O teatro tem concepção e direcção de Fraga. Dias 1, 2, 8, 9, 15 e 16 de Abril.
 
   
  EndGame revisitado
“Endgame” é talvez a peça mais emblemática de Samuel Beckett. Pelo seu sentido trágico e cómico, pela maturidade da escrita e da construção dramática. "Endgame" é uma peça circular onde, segundo Beckett, pelas palavras de Hamm: “O fim está no princípio e, no entanto, prosseguimos”.
 
 

 
  «O Cavaleiro do Balde»
O texto conta a história das andanças de um pequeno soldado que entre guerras e ordens procura conseguir escapar às armadilhas, enganos e perigos que lhe vão caindo em cima.
 
   
  Teatro «Hipotnozes»
“Hipotnozes”, “Da Vince” e “Concerto de Einstein” são três espectáculos infanto-juvenis, apresentados e produzidos pelo Teatro da Trindade – Inatel, através dos quais se pretende provar que é possível aprender Matemática a brincar, a sorrir e até mesmo a cantar. A Peça “Hipotnozes” destina-se a estudantes do 3.º ciclo do ensino básico e ensino secundário.
 
   
  «Salta!! - I Mostra de Teatro Universitário de Aveiro»
A «Salta!! - I Mostra de Teatro Universitário de Aveiro» é a primeira mostra de teatro universitário da cidade de Aveiro. Organizada pelo GRETUA, irá decorrer em diversos espaços e juntar grupos de teatro universitário de diferentes regiões assim como promover um workshop de iniciação teatral. A “Salta!!” pretende fomentar a troca de ideias e experiências entre os grupos e a comunidade e conduzir os públicos académico e aveirense ao teatro nas suas diversas vertentes e aproximações.
 
 

 
  (Sem Nome)
O engenho deflagra sacrilégios.
Este “hapnning” teatral é constituído por fragmentos de jogos e teoremas cénicos resultantes de desempenhos individuais e colectivos de dois grupos de teatro que se juntam pela primeira vez aquando da apresentação do espectáculo. A peça jogo, não sendo uma improvisação, permite que o mesmo espectáculo resulte com características únicas distintas em cada apresentação…
 
 

 
  Ministério dos Sonhos
Trrimmm...Trrimmm...
Atenção, atenção, pede-se a todos os presentes e ausentes, seres reais ou ficcionados, o favor de despertarem do sono.
Num cosmos paralelo a viagem acaba de começar.
O Ministério ordena a vossa presença.
O Ministério observa-vos; os gestos mais ínfimos, o ritmo do vosso batimento cardíaco, o vosso olhar.
 
 

 
  Instantâneos
Instantâneos é um espectáculo criado no âmbito de uma formação, orientada por Filipa Francisco e Matthieu Réau, com o grupo de Teatro da Universidade da Beira Interior, a quem foi lançado o desafio de partirem de textos da sua autoria, da improvisação e da participação no processo de criação.
 
 

 
  O Teatro Ambulante de Chopalovitch
Em plena Sérvia ocupada e martirizada pelo exército alemão, a companhia de Vassili Chopalovitch chega à praça de Oujitsé para apresentar o seu grandioso espectáculo. Mas no teatro de Guerra haverá lugar para o Teatro?
A companhia traz consigo um mundo de liberdades sustentado pela ilusão, pelo sonho, pela magia do teatro. A sua liberdade choca instantaneamente com a opressão de uma comunidade oprimida...
 
 

 
  Lissão
Absurdo – a partir de A Lição estudantes procuram um espectáculo – professores, aprendem.
No auditório de conferências da faculdade a peça, um pretexto para um repto colectivo. Nos tempos que correm o poder de impor e a escolha da submissão, o malogro da comunicação e o triunfo da indiferença, o niilismo, o tecnicismo – qual, qual é a lição do dia?
 
 

 
  Coisas de Mulher
Oito mulheres comprometeram-se a revelar os medos e as alegrias daquela que é a Mulher. Não há uma palavra que possamos colocar, sem alguma imprecisão, depois da expressão: ”uma mulher é…”, porque a mulher não é uma qualidade ou um defeito, não é esposa ou amante, não é doméstica ou trabalhadora, sonhadora ou realista, chefe ou subalterna, mãe ou amiga… uma mulher consegue ser tudo isto e muito mais!
 
 

 
  Frankenstein
Un joven, atraído por las ideas de Agrippa, Paracelso, Alberto Magno, con los avances científicos a su alcance, con el estudio de Galván y con un egoísmo creador imparable logra la creación de una criatura sin pensar en sus consecuencias. La criatura pasa a ser considerada un monstruo por su creador. Es abandonada a su suerte en un mundo que la rechaza y la maltrata.
 
 

 
  A Ilha de Deus
Nesta peça, Gregory Motton debruça-se sobre os episódios bíblicos e reescreve-os com um olhar novo, levando-nos a reflectir sobre as estruturas em que a nossa sociedade Ocidental assenta. Entre os episódios do Antigo e Novo Testamentos, vamos encontrar um Deus em plena crise existêncial, coadjuvado pelo inseparável companheiro Lúcifer, Deus é mais um gigante de pés de barro como alguns dos seus outros heróis.
 
 

 
  Oficina de Expressão Dramática
Para formandos sem experiência. A expressão dramática permite que o indivíduo adquira um conjunto de técnicas que facilitam a criação teatral.
Através dos exercícios de expressão dramática, o indivíduo toma consciência do corpo, descobre a capacidade de expressão, desenvolve a gestualidade, utiliza recursos, dá significado a códigos, aprende a colocar o corpo em cena, afina a motricidade e desenvolve uma série de condições que favorecem a aprendizagem da teatralidade.
 
 

 
  «A Cosmética do Inimigo»
“A Cosmética do inimigo” de Amélie Nothomb é a 33ª Produção da Efémero – Companhia de Teatro de Aveiro. Com estreia marcada para o dia 12 de Maio, às 21h30, fica em cena até 12 de Junho, de Quinta a Segunda, às 21h30, e Domingo às 16h00, no Estaleiro Teatral.
 
 

 
  O Mundo de Alex
"Urbano, contemporâneo, poético, em O Mundo de Alex, “Não faltam situações em que as marionetas voavam, simbolizando o lado aéreo, incorpóreo e espiritual das personagens, em oposição ao lado terreno e preso ao real, representado pelos actores que manipulavam bonecos, à vista do público”. José Mário Silva, DN
 
   
  Teatro Dom Roberto
pelo Teatro de Marionetas do Porto.
 
   
  CETA apresenta Auto da Barca do Inferno
O CETA - Círculo Experimental de Teatro de Aveiro leva a cena, nos próximos dias 17 e 18 de Maio, pelas 21h30, o Auto da Barca do Inferno, de Gil Vicente. A iniciativa tem lugar no Espaço GRETUA, na Universidade de Aveiro. Os bilhetes podem ser adquiridos no Espaço GRETUA, a 3 euros, estudantes, e a 5 euros, não estudantes.
 
 

 
  Confissões das Mulheres de 30
Este é um espectáculo de teatro onde as preocupações, amores, trabalhos, terrores e glórias das mulheres de 30 se expõe. Confissões baseadas em histórias reais de mulheres na faixa dos 3O, num clima de humor.
 
 

 
  Teatro para Comunicar Ciência
Iniciativa promovida pela Fábrica da Ciência Viva e a Universidade de Aveiro com o objectivo de despertar o gosto pela ciência e tecnologia de um modo informal, simples e divertido, ajudando, assim, à construção de laços fortes com o conhecimento. Através de meios cénicos propositadamente muito simples demonstra-se como o Teatro pode, com facilidade, ser transposto para a sala de aula e servir de estímulo à aprendizagem.
 
 

 
  Ciclo de Teatro sobre Matemática para Crianças
A Universidade de Aveiro, através do Projecto Matemática Ensino, promove mais um Ciclo de Teatro para crianças. “Hipotnozes”, “Da Vince” e “Concerto de Einstein” são os apontamentos teatrais que integram este ciclo; três espectáculos infanto-juvenis, apresentados e produzidos pelo Teatro da Trindade – INATEL, através dos quais se pretende provar que é possível aprende Matemática a brincar, a sorrir e até mesmo a cantar.
 
   
  Peça de Teatro «Da Vince»
A cidade de Eureka está em perigo. Tecnécia usurpou o trono à princesa Larissa, tornando-a sua escrava. Sempre preocupada com a sua beleza, a nova rainha está prestes a arrancar a imaginação de todos os inventores que não satisfaçam os seus pedidos e que, por isso, não a tornem mais bela. E eis que surge Leonardo Da Vinci que, revelando a sua faceta de inventor, e com a ajuda da princesa, tenta salvar o reino. Resta saber se o grande génio, detentor de múltiplos atributos, conseguirá salvar Eureka do poder da ambiciosa rainha.
 
   
  Peça de Teatro «Concerto para Einstein»
Este será um concerto baseado em peças musicais concebidas "sob inspiração científica". Um concerto bem disposto inspirado na vida de Albert Einstein, no seu tempo e na sua obra. Um desafio aos compositores para tentarmos criar verdadeira música científica e inventarmos uma nova corrente musical jovem, experimental, divertida e arrojada.
 
   
  “O Soldado Vigilante” e o “Doido e a Morte”
Editado em 1923 e estreado no Teatro Politeama, a 1 de Março de 1926, numa “récita única” a favor dos vendedores de jornais, o “Doido e a Morte”, elogiado por José Régio e Miguel Torga é, porventura, a melhor obra de Raul Brandão e reveste-se de enorme relevo no panorama teatral português, à época dominado pela baixa comédia, pelo drama popular, a opereta e a revista, e também pelos subprodutos do Teatro Francês.
 
   
  Projecção a 3 Dimensões
Em exibição durante todo o mês de Maio estão os seguintes espectáculos: “Viagem ao Interior da Célula”; “5.000 Metros Debaixo do Mar”; “Hélios, com destino ao Sol”; “Expedição ao Interior da Célula”.
 
 

 
  Bernards Puppet Bonanza
Espectáculo de Marionetas pelos Pickled Image, às 10:00, 11:30 e 15:00 Horas.
 
   
  Dramatização da História da Carochinha
Dramatização da História da Carochinha pelos Alunos do Curso de Animação Social da Escola Secundária Homem Cristo, às 10:30 e 14:30 Horas.
 
   
  Actuação dos Alunos da Escola EB 2 3 João Afonso de Aveiro
No âmbito da Feira do Livro.
 
 

 
  «Contos do Mundo»
Espectáculo baseado nos contos de Hans Christian Andersen, pelo Teatro de Marionetas de Lisboa.
 
   
  «A Liberdade que Temos»
Peça de poesia, música, multimédia e movimento, pelo Colectivo de Teatro Zumbido.
 
 

 
  Teatro para Comunicar Ciência
No primeiro e último Domingo de cada mês este iniciativa volta a ter um lugar privilegiado. Promovida pela Fábrica da Ciência Viva e a Universidade de Aveiro com o objectivo de despertar o gosto pela ciência e tecnologia de um modo informal, simples e divertido, ajudando, assim, à construção de laços fortes com o conhecimento.
 
 

 
  «RPIP – Reunião de Professores que interpretam Planetas»
O envolvimento dos professores com as matérias que ensinam, é de tal forma grande, que passam, num abrir e fechar de olhos, a fronteira entre a realidade e a imaginação. Eles vão dar corpo e alma aos planetas do sistema solar e, um a um vão visitar o Sol, para lhe apresentar as suas reivindicações. Tudo corre bem até que aparece o azul, a cor da terra quando vista do espaço que pretende afirmar a sua importância…
 
 

 
  «Da Vinci»
A cidade de Eureka está em perigo. Tecnécia, usurpou o trono à princesa Larissa, tornando-a sua escrava. Sempre preocupada com a sua beleza, a nova rainha está prestes a arrancar a imaginação de todos os inventores que não satisfaçam os seus pedidos e que, por isso, não a tornem mais bela. E eis que surge Leonardo Da Vinci que, revelando a sua faceta de inventor, e com a ajuda da princesa, tenta salvar o reino. Resta saber se o grande génio, detentor de múltiplos atributos, conseguirá salvar Eureka do poder da ambiciosa rainha.
 
 

 
  «O Amor de D. Perlimplim com Belisa em seu Jardim»
É um belo drama poético da autoria de Frederico Garcia Lorca que conta a história de amor entre o velho Perlimplim e a sua formosa Belisa...
 
   
  «Pássaro de Fogo»
O Pássaro de Fogo é um projecto colectivo das Pequenas Artes, que tem como objectivo principal a convergência das diferentes actividades artísticas deste atelier (música, expressão plástica, teatro, dança, escrita…). O cruzamento das diferentes formas de expressão artística, tornam-se objectivos essenciais na construção este projecto, com especial relevo para o carácter educativo do mesmo.
 
   
  «A Flauta Quase Mágica»
A Flauta Quase Mágica é uma re-interpretação de A Flauta Mágica de Mozart. Partindo da ideia e do material musical original pretende-se fazer uma re-escrita da peça, mantendo algum referencial de partida, mas usando sobretudo ideias originais, musicais e dramáticas. No centro da peça está a figura de DJ Moz, um músico verdadeiramente transdisciplinar e actual que se socorre dos vários talentos de uma equipa criativa, e também do público, para criar algo que está algures entre uma peça de música, de teatro e de arte digital.
 
 

 
  Vincent l O Retrato da Vida de Van Gogh
Théo Van Gogh, irmão de Vincent, reúne um grupo de amigos numa sala de conferências: "Na semana passada, quando enterrámos o meu irmão, houve muita coisa que eu quis dizer, mas não fui capaz"
 
   
  Boca - Um texto para Café Concerto
Espectáculo talhado para café-concerto, num parente de farsa, com um cheirinho a picaresco e alguma desenvoltura de cabaret.
 
   
  60 Minutos com Brecht
O texto básico desta peça é considerado pela maioria dos estudiosos de Brecht como a sua obra-prima: “Galileu Galilei”. A encenação deseja propor uma reflexão sobre o planeta, hoje: as relações entre a Ciência e o Poder Político (na época de Galileu, século XVII, o poder era sinónimo de Igreja Católica); uma reflexão sobre as relações entre a Ciência e a realidade quotidiana; e sobre a ética.
 
 

 
  VI Encontro de Teatro do Distrito de Aveiro
O VI Encontro de Teatro do Distrito de Aveiro terá, como habitualmente, formação durante o dia, aberta a todos os interessados, nomeadamente ao Grupos de Teatro Amador do
Distrito, formação essa que desta vez estará a cargo dos actores Ángel Fragua, Noelia Domínguez e Sérgio Agostinho da companhia de teatro Peripécia. À noite, (21h30) o Encontro terminará com o espectáculo de teatro profissional "Clean Clown Serviços de Limpeza", pela mesma Companhia e com interpretações dos mesmos actores.
 
 

 
  V Festival de Teatro “Veneza de Portugal”
O Grupo Cultural Semente reuniu um conjunto de associações de teatro amador e organizou mais uma edição do Festival "Veneza de Portugal". A não perder no Centro Cultural de Eixo.
 
 

 
  O Sonho do Jardim
A Camaleão – Associação Cultural de Coimbra, irá apresentar “O Sonho do Jardim” no Estaleiro Teatral. Este espectáculo conta com a tradução, adaptação e encenação de José Geraldo e interpretação de Helena Faria e Hugo Gama.
 
 

 
  O Regresso do FUNGÁGÁ
Depois do enorme sucesso revelado pela primeira série de apresentações, com a sala do Estaleiro Teatral praticamente esgotada, regressam as aventuras de uma família de artistas ambulantes que conseguiram cativar a atenção de todos.
 
 

 
  Quem tem medo da Virgínia Woolf?
“O inferno pode ser uma sala de estar confortável e um casal insatisfeito”, Edward Albee. Considerado como a quinta-essência do teatro “realista” contemporâneo, “Quem Tem Medo de Virgínia Woolf?” é um espectáculo onde as personagens vão “descascando”, impiedosamente, e até à medula, as múltiplas camadas de mentira e ilusão que envolvem as suas vidas conjugais.
 
 

 
  "Clean Clown Serviços de Limpeza"
O espectáculo começa na manhã de um belo dia depois de uma grande noite de festa. O espaço está repleto dos restos festivos da noite anterior. Este é o quadro encontrado pelos dois encarregados da limpeza do local. Se vão limpar, varrer ou esfregar ninguém sabe, mas o palco vai brilhar!
 
 

 
  Fungágá em cena
O espectáculo continua em cena no Estaleiro Teatral, até 10 de Novembro. Com músicas e letras do agora reitor da Universidade de Lisboa, José Barata Moura, dramaturgia e encenação de Claudio Hochman, coreografia de Lara Pereira e desenho de luz de Vítor Correia, este espectáculo recria o universo infantil proposto pelas célebres canções dos anos 70 e 80 com 8 actores / cantores hiperactivos em palco.